PUBLICIDADE

Quais são os melhores empréstimos para pessoa jurídica? Descubra aqui

Em determinado momento, todas as empresas acabam precisando de mais recursos financeiros, sejam eles para poder honrar com seus compromissos, para que haja expansão dos negócios ou até mesmo para poder adquirir novos equipamentos que serão necessários para que o negócio continue fluindo. Para isso, muitas empresas acabam optando por realizar empréstimos para poder cumprir com estas obrigações e para conseguir fazer com que o negócio continue crescendo cada vez mais. Desta forma, os empréstimos são o recurso mais utilizado para conseguir o dinheiro necessário para cumprir com estas obrigações. A seguir iremos explicar um pouco mais de como funcionam os empréstimos para que você analise se esta é a melhor alternativa para o seu negócio no momento.

PUBLICIDADE

Primeiramente, é preciso saber a diferença entre empréstimos e financiamento. Muitas pessoas acabam confundindo as duas modalidades, e isso pode gerar muitos problemas. O empréstimo é uma espécie de crédito que o banco pode oferecer a empresa, e que pode ser usado de forma livre, seja qual o objetivo, para acertar contas, comprar um bem, serviço ou para poder honrar os compromissos da empresa em questão, ou até mesmo poderá ser usado como capital de giro. O financiamento por outro lado é uma modalidade de crédito que tem uma finalidade, seja para poder comprar computadores, máquinas, equipamentos, veículos e imóveis. O dinheiro obtido pela empresa através do empréstimo poderá ser utilizado pela empresa da forma que achar melhor. Por outro lado, o financiamento tem uma finalidade especifica e que deverá ser comprovada. Neste caso, para que seja feito o financiamento é necessário que haja um contrato com cláusulas, que constarão o bem que estará sendo adquirido. Além de constar as taxas e prazos, os contratos também constam clausulas para casos de inadimplência, onde o bem passará a ser propriedade do credor, o que garante caso a empresa em questão não honre seus compromissos.

Antes que seja feito um empréstimo, é preciso que a empresa analise bem a respeito da finalidade que dará ao dinheiro a ser obtido através do empréstimo. Por ser uma opção financeira que contem taxas bastante altas, é preciso que a empresa calcule o quanto será necessário realizar o empréstimo e a respeito das taxas e dos prazos que serão oferecidos palas instituições que podem realizar este tipo de serviço.

PUBLICIDADE

Realizar muitos empréstimos pode fazer com que a empresa acabe se endividando de uma forma desnecessária. Desta forma, o empréstimo deverá ser parte do plano de negócio da empresa em questão e deverá constar inclusive na origem dos recursos da empresa e também que estará previsto no orçamento de despesas financeiras. 

O que você procura?

Selecione uma das categorias para encontrar o que procura.

Cartão sem Anuidade
Melhores cartões digitais
Cartão sem Consulta
Cartão Digital
* Você continuará em nosso blog

A empresa poderá obter um empréstimo através de bancos e de outras instituições financeiras que realizam a prática. O empréstimo também não poderá ser confundindo com recursos de investidores como vulture capital (capital de risco) ou até mesmo como investidor-anjo. Estes são responsáveis por realizarem o aporte de recursos, e para isso possuem objetivos concretos para poder fazer com que o negócio seja alavancado e com isso eles passam a ter uma participação nos lucros da empresa devido a estes investimentos feitos. 

Para conseguir um empréstimo, é necessário ter uma conta no banco em que irá solicitar o recurso. O banco então irá pedir para que os documentos necessários seja entregues para que possam analisar a possibilidade de realizar um empréstimo. Sendo assim, a instituição poderá liberar o valor exato que foi solicitado no pedido de empréstimo, ou então um valor abaixo do que foi pedido. Em alguns casos, após a análise o pedido de empréstimo pode até mesmo não ser aceito pelo banco. O fatores que serão analisados pelo banco são o tempo de relacionamento, produtos adquiridos, investimentos, saldo médio da conta, empréstimos e financiamentos que foram realizados anteriormente pela empresa em questão.

PUBLICIDADE