PUBLICIDADE

Conheça as vantagens e desvantagens de contratar um seguro para o seu smartphone

Atualmente, o Brasil pode ser considerado o 6º país do mundo com a maior quantidade de smartphones. Ao tomo, os aparelhos em questão somam 38 milhões no território nacional. Assim, ainda que você não possua um modelo de última geração ou um dos mais caros, é importante estar prevenido contra alguns incidentes que podem acontecer. Para tal, é importante conhecer alguns pontos ligados aos seguros para smartphones.

PUBLICIDADE

Alguns detalhes podem passar batidos na hora de contratar esse serviço. Entretanto, esses detalhes merecem a sua atenção, visto que você corre o risco de somente ficar sabendo a respeito da existência deles quando precisar contactar a seguradora, visto que isso pode gerar uma surpresa desagradável.

Abaixo você poderá conferir alguns detalhes sobre qual é exatamente o tipo de proteção oferecido pelas seguradoras atualmente. Pense neles antes de decidir fechar um contrato com alguma.

Detalhes sobre seguros de smartphones

PUBLICIDADE

O que você procura?

Selecione uma das categorias para encontrar o que procura.

Cartão sem Anuidade
Melhores cartões digitais
Cartão sem Consulta
Cartão Digital
* Você continuará em nosso blog

Roubos e furtos.

Embora os roubos sejam cobertos pelos seguros em todos os casos, é importante saber que nem todos os tipos de furto são considerados pelas seguradoras. No que se refere a isso, é importante destacar que somente no caso de furtos qualificados as empresas cobrirão o seu prejuízo.

PUBLICIDADE

Caso você não saiba do que se trata, um furto qualificado é aquele em que o celular está na sua bolsa e é pego sem que você tenha conhecimento. Entretanto, caso você deixe o seu celular, por exemplo, no balcão de alguma loja e ele acabe sendo furtado, o seguro não cobrirá, uma vez que o furto não é qualificado.

Quedas e demais danos

Caso exista algum tipo de quebra ou mesmo dano acidental ao seu smartphone, o seguro cobrirá com certeza. Por exemplo, se um determinado líquido cair no aparelho ou mesmo você tropeçar e cair com o seu celular na mão. Porém, caso alguém deliberadamente jogue o seu aparelho em um balde de água, por exemplo, o seguro não cobrirá o seu prejuízo por considerar que o caso em questão não foi um acidente.

Pagamentos de franquia em caso de sinistro

Os seguros de celular também dispõe de franquia. Assim, caso um sinistro aconteça com o seu smartphone, é necessário que você disponibilize 28% do valor do aparelho para pagar pelos danos referentes a isso. Essa porcentagem se aplica também em casos referentes a roubos ou furtos qualificados.

Nesse sentido, caso você possua um aparelho cujo valor seja R$ 500 e ele for roubado, de acordo com as regras da franquia, será necessário que você pague o valor de 90 reais quando for solicitar que a seguradora te reembolse pelo aparelho.

Como fazer uma cotação de seguro

O primeiro passo para contratar um seguro para o seu smartphone é ter em mãos a nota fiscal do aparelho. Caso você não possua, será impossível dar continuidade a contratação do serviço. Assim, lembre-se de sempre guardar a nota fiscal do seu aparelho.

Outro ponto importante – e que pode ser considerado contraditório por alguns – é que o seu celular precisa ter sido comprado há menos de 12 meses para que seja possível contratar um seguro para ele. Aparelhos que estejam em uso por mais de um ano não poderão ser segurados.

Caso o seu celular se enquadre nessas características, você poderá fazer uma cotação do aparelho. Para tal, é necessário fornecer os seus dados, bem como os do celular a um site/aplicativo que disponibilize esse tipo de seguro e o valor aparecerá automaticamente na tela do seu dispositivo.

PUBLICIDADE